sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Tamagotchi Debutante


O pequeno ovo eletrônico que introduziu o conceito de animal de estimação virtual, o Tamagotchi, completou nesta quarta-feira (23/11) 15 anos de idade, após ter recebido os cuidados e carinhos de cerca de 78 milhões de usuários no mundo inteiro e protagonizado mais de um estudo sociológico. Desde a criação do primeiro modelo de Tamagotchi , cujo nome vem da palavra japonesa "tamago", que significa "ovo", foram lançadas mais de 35 versões do produto original no mundo todo. A primeira versão do Tamagotchi, lançada em 23 de novembro de 1996, era uma pequena tela com forma de ovo e do tamanho de um chaveiro que mostrava uma espécie de pinto virtual, que devia receber alimento, higiene e carinhos por meio de três botões. Com os devidos cuidados, o pequeno animal de estimação virtual completava geralmente um ciclo natural, onde nascia, crescia e morria, num período de 20 ou 25 dias, o que incitava o usuário a um senso de responsabilidade virtual pela dependência do animal de estimação.

O foco inicial do brinquedo era distrair meninas a partir de 6 anos de idade, mas o bichinho virou febre de consumo entre jovens, homens e mulheres. A edição inicial vendeu cerca de 40 milhões de unidades em apenas três anos, gerando uma revolução no conceito de entretenimento. O sucesso estrondoso levou a Bandai, terceira maior produtora de brinquedos do mundo, a apostar firme no produto em 2004, que deixou de ser um simples brinquedo para se transformar em um personagem com sua própria série de animação para televisão, que ainda é exibida no Japão, e um filme em 2007.

Desde então, o Tamagotchi se transformou em aplicativos para celulares, aprendeu a tocar música em seu modelo americano "Music Star" e protagonizou versões para consoles de videogames. Em 2004, saiu a nova versão do produto, a "Tamagotchi Additional", que já chegou a 38 milhões de unidades em 54 países; em 2008, nova versão, agora com tela colorida, e em 2009 o chamado "Tamagotchi iD" permitindo ampliar seus jogos e personalizar o animal de estimação através de downloads em celulares.

A Bandai lançou nesta quarta-feira no Japão uma versão comemorativa aos 15 anos, o "Tamagotchi iD L 15th Anniversary", celebrando uma de suas invenções mais bem-sucedidas e que, por cerca de US$ 65 possibilita jogar com até 32 personagens diferentes.

Esse sucesso todo não passou desapercebido pelas polêmicas, pois, na época do seu lançamento, alguns psicólogos, alertaram sobre os graves transtornos de ansiedade, insônia e falta de socialização que o brinquedo poderia causar nas crianças. Na época foi analisado o perigo de uma invenção que, de acordo com alguns especialistas, também poderia causar depressão e a frustração de seus usuários quando a falta e o excesso de cuidados ao animal de estimação virtual provocavam sua morte por indigestão, obesidade, solidão, fome ou falta de carinho.Em seu momento de auge no Japão, o bichinho virtual chegou a causar problemas sociais, como desatenção no trabalho e até mesmo acidentes de trânsito ocorridos enquanto os motoristas atendiam as necessidades de seus animais de estimação virtuais. Na ocasião, surgiram creches e sites que funcionavam como "cemitérios virtuais" para os que morriam. 

O que mais vê por aí ? Mini robôs de estimação ou um Tamagotchi Holográfico ? Só nos resta esperar.

Até breve com mais um Tecnologia em Foco
Sérgio Rodrigo de Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário